Numa viagem de 3 quilômetros, por exemplo, a regulação municipal cobrada é de aproximadamente 50 centavos.
Luciano Rocha

Milton Leite (DEM), autor da proposta, diz não ser justo que a prefeitura paulistana gaste com “muitos carros do aplicativo que saem de São Paulo para pegar passageiros” em municípios vizinhos.

“Não é legítimo que gastem o pavimento, paguem uma miséria e vão embora. Já que também pegam passageiros em qualquer lugar fora de São Paulo, então que paguem a taxa de embarque no valor compensatório
ao município”, afirmou Leite durante sessão da última terça, 13.

Segundo a revista Veja, a proposta de Leite foi apresentada aos vereadores e, caso levada a cabo, será incluída no PL 445/2021, que autoriza a prefeitura a obter empréstimos para investimentos, já aprovado em primeira discussão.

Fonte original